loira

Ser ou não ser? Eis a questão

Ser ou não ser? Eis a questão.

Como uma pessoa pode ter uma vida plena se a todo instante se faz esta mesma pergunta?

É um desperdício ver mulheres que têm um enorme potencial fazendo a si mesmas este tipo de pergunta, sem saber quem realmente são e quem deveriam ser. Elas vivem num mundo onde os sonhos só acontecem quando estão dormindo. Inclusive para algumas de nós viver é um peso, um fardo que se coloca nas costas a cada manhã quando nos levantamos da cama.

E diante deste fato surgem as soluções alternativas que nos permitem fugir da realidade. Passamos a assistir novelas, desejando viver aqueles modelos sugestionados pela mídia, fazemos viagens, compramos compulsivamente e finalmente quando achamos que já não há mais nada para mudar, decidimos fazer cirurgias plásticas.

A cirurgia plástica faz de você uma nova mulher?

Entenda que novelas são escritas por uma mente criativa que tem como objetivo agradar a quem assiste. Viajar pode até ser bem agradável e relaxante, porém não resolve os problemas. E as cirurgias plásticas? Como estas cirurgias podem consertar o que está de errado no mais íntimo do nosso coração?

Nada pode preencher o vazio que há dentro de nós. Dinheiro, poder, posição, nem mesmo outra pessoa é capaz de nos completar.

Em casos extremos buscamos preencher esta falta de resposta – o “vazio” – com filosofia, religião, álcool, sexo, maconha, cocaína, crack, pornografia, antidepressivos, calmantes, viagens, namorados, academias, mas nada dessas coisas irá preencher este espaço “vazio” que muitas vezes nos levam a um nocaute emocional. Ele vai sempre continuar lá.

É uma tristeza silenciosa, que pode se esconder atrás de uma “máscara”, até mesmo sorridente. Você está sorrindo apenas por fora. Você estará bonita apenas por fora. Você estará fora em uma viagem, mas seu interior destruído. Você estará tomada pela ação dos medicamentos, drogas e relacionamentos baseados nesta mesma dependência, mas ainda assim ele estará lá: o “vazio”.

Minha sugestão esta semana é que você busque conhecer o AMOR verdadeiro, não em pessoas ou em coisas, mas a real essência d’Ele, que é o representante sublime da verdadeira forma de amar.

Busque ajuda profissional. Uma terapia poderá te tirar do lugar que você está e levá-la a um nível que te permitirá tomar um novo fôlego, que ajude você a ver a LUZ no fim do túnel. Este AMOR soberano tem o poder por si só de transformar a sua vida por inteiro.

Um dia fui impactada por este AMOR e é por isso que estou aqui, cooperando para que, através deste AMOR, você tenha uma vida em abundância.

“O perfeito amor lança fora o temor”. I João 4:18.

#Euacreditoemvocê

 

Meg Veiga

 

 

 

About The Author

Meg Veiga

Formada em Fisioterapia pela Universidade Castelo Branco e Propaganda e Marketing pela UNESA, no Rio de Janeiro. Especialista no desenvolvimento do potencial humano, sócia-diretora da empresa Newhosp Consultoria e Informática, que comercializa software para área médica, atuando na área de engenharia de vendas. CEO da Bright Consultoria Empresarial, atuando como palestrante, dando consultoria organizacional e treinamentos. Idealizadora do canal Salto mais Alto, que tem por objetivo ajudar as mulheres a desenvolverem o máximo do seu potencial sendo ele pessoal ou profissional. Contatos: 21-96430-1317 megveiga@saltomaisalto.com.br Acesse: facebook.com/saltomaisalto.com.br